Vida e obras de Leonardo da Vinci

Vida e obras de Leonardo da Vinci

Leonardo da Vinci pintou poucos quadros, entretanto, todos eles são verdadeiras obras-primas!

Leonardo da Vinci nasceu em Anchiano, uma diminuta aldeia toscana perto de Vinci e próxima a Florença, na Itália, no dia 15 de abril de 1452. Com 17 anos estudou artes no estúdio do mestre Andrea del Verrocchio, trabalhando para figuras importantes da época, como Lourenço de Médici, governador de Florença. De 1482 a 1499, esteve em Milão, trabalhando para Ludovico Aforzo, duque de Milão, que o considerava seu protegido. Para ele, pintou o afresco A última ceia para o mosteiro de Santa Maria delle Grazie.

Foi o estrategista de guerra de César Bórgia, cardeal e nobre italiano. Entre 1503 e 1516 viveu no Vaticano, próximo de grandes pintores, como Rafael e Michelangelo. Por encomenda do papa Leão X, realizou uma série de brilhantes estudos sobre óptica.

Até 1506, realizou trabalhos principalmente em Florença e tudo indica que nessa época tenha pintado sua obra mais famosa: a bela e enigmática Mona Lisa. Trabalhou para o rei Francisco I, da França, quando realizou belos trabalhos. Faleceu na França, no ano de 1519.

As principais características das pinturas de Da Vinci são a utilização da técnica artística da perspectiva, uso de cores próximas da realidade, figuras humanas perfeitas, temas religiosos, uso da matemática em cálculos artísticos, imagens principais centralizadas, paisagens de fundo, figuras humanas carregadas de emoção e detalhamento artístico.

Principais Obras Artísticas

Leonardo da Vinci pintou poucos quadros, entretanto, todos eles são verdadeiras obras-primas, como a Anunciação, exposta na Galleria degli Uffizi, em Florença, na Itália; a Virgem dos Rochedos; e a Mona Lisa, considerado o quadro mais conhecido do mundo, expostos no Museu do Louvre, em Paris, França.

 Pode-se citar também A última ceia, afresco localizado no mosteiro Santa Maria delle Grazie, em Milão, Itália; e o Homem vitruviano, uma gravura exposta na Gallerie dell’Accademia, em Veneza, Itália.

Invenções geniais

Leonardo da Vinci destacou-se como uma pessoa sábia que possuía conhecimentos aprofundados em várias áreas e muito além do seu tempo.

Foi pintor, escultor, matemático, arquiteto, urbanista, físico, astrônomo, engenheiro, naturalista, químico, geólogo, cartógrafo, estrategista, criador de engenhos bélicos e inventor de instrumentos musicais.

Em todas as suas criações, Leonardo discutia qualquer verdade estabelecida. Antes de aceitar uma ideia, fazia questão de testá-la de várias formas para tirar suas conclusões. Seu empirismo foi, mais tarde, imitado pelo físico Galileu Galilei e pelo filósofo Francis Bacon.

Artes – além da pintura, em que mais se distinguiu, Leonardo dedicou-se à escultura, fazendo alguns esboços, mas concluiu pouca dessas obras.

Urbanismo – até o Renascimento as cidades não passavam de insalubres amontoados de casas, com poucas ruas, sem esgoto. No projeto que fez para a cidade de Milão, Da Vinci, traçou canais de esgoto, baniu os muros, projetou praças e jardins. Previu casas amplas e ventiladas, ruas para pedestres e pistas livres para veículos.

Hidráulica – baseado no princípio de Arquimedes, Leonardo inventou uma bomba hidráulica para elevar água, criando assim, o primeiro dos dispositivos de elevação. Imaginou também uma bomba de poço e uma roda hidráulica que abriu caminho para as turbinas, só mais tarde conhecidas pelo mundo.

Engenharia – além de engenheiro aeronáutico e hidráulico, Leonardo foi também engenheiro civil e previu a técnica de construção de pontes metálicas.

Anatomia – Por causa da anatomia, quase foi preso por ser pego dissecando cadáveres, o que era considerado grave crime. Fez descobertas importantes, que registrou em inúmeros desenhos e em seu Tratado de anatomia.

Aeronáutica – O domínio dos ares sempre foi uma das paixões de Leonardo da Vinci. Após estudar a fundo as aves, em busca de conhecimentos sobre o voo, idealizou um engenho muito parecido com elas. Chegou à conclusão de que o homem jamais voaria, porém poderia pousar tranquilamente com os planadores. Criou um paraquedas e várias outras máquinas aéreas.

Apesar de fascinado pela vida, criou também sistemas defensivos muito eficientes para os que o contratavam como estrategista.

 

FRASES DE LEONARDO DA VINCI

Quem pensa pouco, erra muito.

Quando eu pensar que aprendi a viver, terei aprendido a morrer.

Que o teu trabalho seja perfeito para que, mesmo depois da tua morte, ele permaneça.

O conhecimento torna a alma jovem e diminui a amargura da velhice. Colhe, pois, a sabedoria. Armazena suavidade para o amanhã.

A arte diz o indizível, exprime o inexprimível, traduz o intraduzível.

A simplicidade é o último grau de sofisticação.

Assim como um dia bem-aproveitado proporciona um bom sono, uma vida bem-vivida proporciona uma boa morte.

Não se pode amar ou odiar quem não se conhece ainda.

A paciência faz contra as ofensas o mesmo que as roupas fazem contra o frio; pois se vestires mais roupas conforme o inverno aumenta, tal frio não te poderá afetar. De modo semelhante, a paciência deve crescer em relação às grandes ofensas; tais injúrias não poderão afetar a tua mente.

Uma vez que você tenha experimentado voar, você andará pela terra com seus olhos voltados para céu, pois lá você esteve e para lá você desejará voltar.

Nunca imites ninguém. Que a tua produção seja como um novo fenômeno da natureza.

Não há coisa que mais nos engane do que o nosso juízo.

Lastimável discípulo que não ultrapassa o mestre.